fevereiro 14, 2018

MINHA (SUPER) LISTA DE JANTAR DE ANIVERSÁRIO


*nota pessoal de abril de 2017

Então gente, meu aniversário passou faz um tempinho, mas eu só queria te dizer que os vinte e um não foi como eu pensei – Jesus buscou minha avó, que fazia aniversário junto comigo alguns dias antes, por isso não quis comemorar, nem nada... Confesso que a minha ficha está caindo ainda, aos poucos a lembrança aperta cada vez mais o coração.

Fiz essa lista um mês antes, pensando em postar no dia do meu aniversário. No entanto, ela precisou de umas modificações.

A "minha (super) lista de jantar de aniversário" tem como convidados as pessoas mais brilhantes, inspiradoras – ou até mesmo mais divertidas – que já conheci ou ouvi falar. E, bom, vou discorrer um pouco sobre cada uma.

O Pai, Jesus e o Espírito Santo: O Rei do meu coração, o Cara da minha vida e meu melhor Amigo.

Lucy Pevensie: ela é uma das minha personagens preferidas. Quando ela e Aslan estão juntos é sempre minha parte favorita dos contos de C.S. Lewis.

Julia Roberts: minha atriz favorita, a melhor de todas, e ponto. "Uma Linda Mulher", "O Casamento do Meu Melhor Amigo", "Noiva em Fuga", e os todos os outros (antiguinhos) são os melhores filmes – tirando as cenas apelativas, to make it clear, rs.

Maria: assim como Lucy, eu amo os momentos de Maria com Jesus. Considero ela um exemplo de intimidade com Cristo, uma inspiração – e a história dela é real!

Martin Luther King Junior: um exemplo de cristão. Manifestou o Reino de Deus através da justiça social. Um revolucionário que cumpriu seu papel na Revolução de Cristo. Uma referência.

Joyce Meyer: uma mulher de Deus. Seus sermões mudaram minha vida.

C. S. Lewis: além de ser um dos meus autores prediletos, ele é uma inspiração de como um cristão pode influenciar o meio "secular" através de seus dons e talentos proporcionando uma provinha do caráter de Deus através de um personagem a um leitor que talvez nunca entraria numa igreja. E, uma das coisas mais incríveis é que As Crônicas de Nárnia é atemporal e alcançou o mundo todo, mesmo sendo literatura para crianças.

Wendy Darling: é que eu não queria crescer, mas foi necessário, rs. And it ain't so bad...

Jane Austen: uma personalidade admirável. Amo seus livros e seu estilo de escrita. Eu me identifico muito com a personalidade de Jane, principalmente com sua mania de analisar o comportamento e o caráter das pessoas ao redor.

Steffany Gretzinger: ela é uma ministra de louvor maravilhosa; ela corajosa e real. Quando eu crescer (rs.) quero me parecer ela.

Abigail: ela já apareceu em meus textos por aqui. Amaria poder conhecer essa antiga rainha de Israel.

Lilly, Nadine e Magda: as três amigas personagens de um dos meus seriados favoritos quando era criança. Eu me sentia muito inspirada pela mente criativa da Lilly.

Nadir: minha avó querida. Gostaria poder ter feito mais memórias com ela – vê-la acordar de manhãzinha pra ler um livro mais vezes, tê-la chamado pra brincar na minha cabana da Barbie mais vezes, ter sido mimada por ela ao comer apenas caldo de feijão por mais tempo, ter caibo em seu colo e ouvir os estranhos sons que vinham do seu coração por mais tempo, ter assistido mais novelas mexicanas ao seu lado, ter ouvido "Os tomates!", "Pipocas!" ou "Pombas!" mais vezes, ter ido visitá-la mais finais de semana... Ela foi a mulher mais incrível e amorosa que eu conheci, ela é e sempre será uma referência de amor e serviço para mim. Eu nunca vou me esquecer da avó maravilhosa que eu tive, eu sou muito grata a Deus por ter sido sua neta.

Enfim, esse post com as pessoas mais admiráveis pra mim é em memória dela, a melhor avó do mundo. Apenas uma pequena homenagem, que está muito aquém daquilo que ela merecia.

p.s.: minha família e meus amigos não entraram nessa lista, mas estariam com certeza se fosse um jantar real, rs.

S. x

6 comentários:

Blog Design by Kotryna Bass Design